Blog

A Comunicação Eficiente das Smart Cities

No comments

A alma de uma Smart City é uma comunicação inteligente. 

A comunicação nas cidades inteligentes pode ser feita por Wireless Sensor Network ligados a um servidor local responsável por tomar decisões.

Seus usos são: monitoramento de energia, monitoramento da qualidade da água, monitoramento de tráfego, auxílio em sistemas de estacionamento, emissão de alertas de saúde, emissão de alerta de possíveis desastres naturais.

Segurança da comunidade, infraestrutura de transporte, consumo de energia e sustentabilidade ambiental são assuntos da urbanização. Diversas cidades estão sendo planejadas para se transformarem em Smart Cities, onde o foco é tornar a vida mais prática e confortável. E a comunicação nesses espaços também precisa ser inteligente. 

A Internet das Coisas (IoT) é extremamente ligada aos elementos que compõem uma Smart City. Os sensores nos diversos dispositivos habilitados para a IoT produzem dados heterogêneos, que são recebidos por um servidor responsável por tomar decisões baseadas nessas informações. A capacidade de compartilhar esses dados deve ser tratada como a alma de uma Smart City.

Um papel chave é desempenhado por Wireless Sensor Networks (WSNs) para ligar os centros de comunicação usando a infraestrutura existente com um mínimo de investimento. Criando uma rede entre os dispositivos IoT e o servidor local. Equipados de bateria, os nodes sensores de WSN coletam, processam e comunicam com o servidor local usando a energia armazenada na bateria. 

Assim, monitoramento de luz e uso de energia podem ser construídos com WSN. Além disso, podem ajudar hospitais a monitorar pacientes e emitir alertas em tempo real. Mais ainda, a qualidade do ar e da água também podem ser medidos em diversos sensores e mandados ao servidor local via WSN. Até mesmo sistemas de estacionamento podem ser otimizados com essa tecnologia.  

ORAEXA Comunicação Eficiente das Smart Cities

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.