Blog

Money Flower – Uma taxonomia da moeda

No comments

As moedas assumiram diversos esquemas ao longo do tempo e, até mesmo hoje, se apresentam em uma variedade gigantesca. Em diferentes espaços de circulação, diferentes propostas são conjugadas a fim de fazerem sentido para um propósito específico – por exemplo, moedas digitais para meios online e moedas físicas para trocas em locais que não acessam a internet.  A ilustração gráfica auxilia a compreender os diferentes tipos de moeda a partir de 4 propriedades e suas intersecções. 

# Acessibilidade: a moeda pode ser amplamente acessível – disponível facilmente para o uso da população em geral, ou restrita, circulando apenas em um ambiente específico. 

# Forma: a moeda pode ser gerada em meios puramente digitais ou estar representada em forma física. Um exemplo, para além do dinheiro, de moeda em forma física foram os metais preciosos usados no passado.

# Tecnologia: pode ser baseada em tecnologia peer-to-peer para sua produção ou ser gerada de outras formas. 

# Emissor: se é emitida por instituição estatal como os Bancos Centrais, garante  seu valor por força da lei, ou se participa de outras formas de emissão, sejam elas centralizadas ou descentralizadas.

Alguns exemplos de moeda, como o Yuan Digital conjuga as propriedades de ser baseada em token, digital, emitida pelo Banco Central e amplamente acessível. Já o dinheiro físico, é emitido pelo Banco Central e é amplamente acessível. Em contrapartida, o PokeCoin, moeda do jogo Pokémon, é apenas digital. 

ORAEXMoney Flower – Uma taxonomia da moeda

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.